5 motivos para investir na Inteligência Emocional da sua equipe

   Um dos temas campeões de busca por brasileiros no Google nos últimos meses, a Inteligência Emocional vem ganhando destaque, na web e, principalmente, no mercado e não é por acaso. Estima-se que do uso orientado desse tipo de inteligência está diretamente ligado a alta performance, e esse já é um excelente motivo para investir no desenvolvimento da Inteligência Emocional agora!

    A Inteligência Emocional está ligada, como o próprio nome diz, à capacidade de lidar com emoções de forma inteligente, ou seja, de compreender suas emoções e das de outros e usar esse conhecimento de forma estratégica para guiar ações.

    Parece complicado, mas na prática as habilidades advindas tipo de inteligência podem e devem ser trabalhadas para direcionar a si mesmo e aos demais membros da sua equipe, por exemplo, para atingir maiores e melhores resultados. Afinal, as empresas são feitas de pessoas e estas, de sentimentos e outras competências subjetivas próprias.

 

Listamos aqui alguns bons motivos para começar a investir no desenvolvimento da Inteligência Emocional da sua equipe:

 

  1.       Pessoas inteligentes emocionalmente estão mais aptas para lidar com situações de tensão e conflito: isso acontece porque conseguem controlar seus comportamentos e sentimentos e, por consequência, suas atitudes e, ainda, compreender o comportamento do outro.

 

  1.        Profissionais com maiores níveis de Inteligência Emocional estão mais preparados para identificar metas e objetivos com foco em resultados: o autocontrole emocional, associado a esse tipo de inteligência, é essencial para estes momentos que exigem maior grau de envolvimento, atenção e dedicação.

 

  1.       Pessoas com a Inteligência Emocional desenvolvida conseguem gerir relacionamentos com foco em soft skills: por meio da empatia, também bastante comum entre pessoas com Inteligência Emocional desenvolvida, são capazes de compreender melhor as habilidades e competências subjetivas do outro e, com isso, direcioná-las com foco em melhores resultados.

 

  1.       Por desenvolverem autogestão, pessoas com bons níveis de Inteligência Emocional conseguem compreender e ter melhor consciência sobre competências que precisam ser desenvolvidas em si para alcançar melhores resultados.

 

  1.       Equipes com pessoas emocionalmente inteligentes conseguem ter melhor interlocução, reduzindo as chances de erros na comunicação, com foco nos valores e propósitos aos quais estão envolvidos no ambiente da organização.

 

    Diante de tantas vantagens, aproveite que ainda estamos no começo do ano e comece agora a desenvolver a SUA inteligência emocional e a estimular o mesmo entre os membros da SUA EQUIPE, com foco no planejamento e nos objetivos traçados por vocês e para vocês!

 

Fontes que nos inspiraram neste texto:
GONZAGA, Alessandra Rodrigues; MONTEIRO, Janine Kieling. Inteligência emocional no Brasil: um panorama da pesquisa científica. Psicologia: teoria e pesquisa, v. 27, n. 2, p. 225-232, 2011.

 

WOYCIEKOSKI, Carla; HUTZ, Claudio Simon. Inteligência emocional: teoria, pesquisa, medida, aplicações e controvérsias. Psicologia: reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 22, n. 1 (2009), p. 1- 11., 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *